Campanhas educativas

O saldo do feriado de Páscoa desse ano nas estradas foram impressionantes. No Paraná, 2º colocado no “ranking” nacional, foram contabilizados 366 acidentes e 20 mortes. (1) e (2).

Embora muitos especialistas indiquem que a causa da barbárie no trânsito seja a impunidade, os maus hábitos do brasileiro no volante continuam sendo o principal fator nessa escalada de violência.

Campanhas educativas continuam sendo feitas, como a Sou legal no trânsito, realizada pelo Denatran e o Ministério das Cidades, mas os resultados ainda são tímidos. Durante viagens profissionais que tenho feito nas estradas, vendo aqueles pátios lotados de veículos retorcidos, imaginei a possibilidade de utilizar esses restos em uma campanha, expondo-os na frente dos postos da polícia rodoviária com os dados de mortos e feridos em cada acidente, numa abordagem impactante e atingindo os motoristas no momento em que estão atrás dos volantes.

Abordagens de alto impacto, sejam pelos conteúdos chocantes ou emotivos, são utilizadas em diversas campanhas mundo afora. Na paginá do Denatran existe um arquivo com campanhas nacionais e internacionais que podem ser baixados. Dos diversos vídeos já vistos, separo dois deles que me impressionaram. O segundo é uma obra-prima!


Via Sedentario -> Brainstorm9

Flávio Krüger

Anúncios