Anita Garibaldi tem ciclovia ?

Os ciclistas em Curitiba vêm enfrentando nos últimos meses mais uma dificuldade. No dia 08 de fevereiro de 2008, a prefeitura de Curitiba publicou notícia anunciando nova ciclovia na Anita Garibaldi. Segue trecho da notícia:

“Na primeira etapa da revitalização da Anita Garibaldi, a Prefeitura investirá R$ 4,39 milhões. O trecho em obra fica entre a rua Professor Nilo Brandão até a Carmelina Cavassin. Serão 3.301 metros de ruas que ganharão novo asfalto, calçadas, ciclovia, urbanização, drenagem e iluminação. Na segunda parte da obra, a Secretaria Municipal de Obras Pública fará o recapeamento de mais 1.700 metros, a partir da rua Carmelina Cavassin em direção a Almirante Tamandaré.”

E ratifica no final:

Revitalização da Anita Garibaldi

  • Revitalização de pavimento e calçada
  • Implantação de ciclovia e nova iluminação
  • Paisagismo
  • Investimento de R$ 4,39 milhões

Algumas semanas depois, com o início das obras, a notícia foi novamente publicada pelo Jornale e pela Gazeta do Povo. Essa seria uma ótima notícia se não fosse o fato da “ciclovia” ser, na verdade, a calçada de pedestres com inúmeros obstáculos (como orelhões e lixeiras) com apenas 1,5m de largura e sem sinalização horizontal e vertical alguma para bicicletas. Com isso, os ciclistas agora são constantemente acusados de estarem no local errado. Os motoristas mandam ir para a “ciclovia” e os pedestres reclamam da bicicleta numa calçada com espaço tão reduzido.

Em dezembro de 2008, indagada sobre o trecho citado numa reunião no IPPUC, a arquiteta Maria Miranda afirmou que esse trecho nunca foi ciclovia e deve ter sido um pequeno equívoco da assessoria de imprensa. Mas o erro não foi publicamente assumido, nem houve qualquer modificação na obra.

Mas este não foi o único equívoco cometido pela assessoria em 2008. Eles contabilizaram “equivocadamente” mais de 100km de calçadas como novas ciclovias. Apesar das denúncias feitas (Curitiba dobrou a mentira em 3 anos, O milagre da multiplicação de Ciclovias e no Jornal de Comunicação da UFPR) esta matéria também não foi retificada, tampouco as calçadas chamadas de ciclovias:

Ciclovias concluídas ??

Santa Bernardethe (Lindóia e Fanny)

Brasília (Novo Mundo e Capão Raso)

Maria Trevisan Tortato (Novo Mundo)

Santa Regina (Capão Raso)

Santa Mônica (Capão Raso)

Ipiranga (Capão Raso)

Omar Raimundo Pichet (Xaxim)

Barão de Santa Ângelo (Xaxim)

Dr Julio Cesar Ribeiro de Souza (Hauer)

José Rietmeyer (Guabirotuba)

Isaac Ferreira da Cruz (Sítio Cercado)

Gabriel Frecceiro de Miranda (Xaxim)

Leonel França (Fanny)

Rezala Simão (Portão)

Major Heitor Guimarães (Campina do Siqueira)

General Mario Tourinho (Campina do Siqueira)

Victor Ferreira do Amaral (Tarumã)

1ª etapa da avenida Mascarenhas de Moraes

Vi aVeneto

Angelo Durigan

Anúncios