Mês da bicicleta 2008 – parte I

Única ciclofaixa de Curitiba

Única ciclofaixa de Curitiba

Nós tínhamos várias boas idéias para o Dia Mundial Sem Carro em Curitiba. Contudo, era impossível realizar um evento de grandes proporções sem o apoio logístico e financeiro dos órgãos municipais. Seria preciso autorização para fechar as ruas, disponibilizar mais ônibus, uma equipe para organizar atividades, shows, brincadeiras, contratar músicos, artistas e comerciantes e finalmente produzir material impresso de conscientização e divulgar o evento sistematicamente por toda a cidade.

Infelizmente, nós percebemos muito cedo que não havia o menor interesse do poder público em realizar eventos relacionados ao Dia Mundial Sem Carro, assim como nos anos anteriores. Por isso ficou decidido que seriam promovidas várias pequenas atividades no lugar de um único grande evento.

Após expor a idéia para grupos e indivíduos simpatizantes da mobilidade sustentável em Curitiba, o princípio para realização de toda e qualquer atividade era simples: “Quem quer que surgisse com uma idéia seria responsável em pô-la em prática.”

Como surgiram várias atividades foi criado um blog para poder definir uma programação, facilitando a divulgação e a articulação de cada uma delas. A divulgação ficou a cargo de todos os envolvidos que informaram sua comunidade local. No começo do mês já estava praticamente definido tudo que seria realizado e existiam basicamente dois tipos de eventos: semanais e pontuais

  • Semanais

Debates – Toda segunda às 19:00

Ivan Illich e a bicicleta – A Revolução se faz em Duas Rodas (Claudio Oliver)

Debate sobre a malha cicloviaria de Curitiba (Bicicletada Curitiba)

Conclusões sobre o desafio intermodal 2008( Núcleo de Psicologia do Trânsito da UFPR)

A questão da bicicleta no Brasil (Ministério das Cidades )


Música pra sair do carro – Toda quinta às 18:00

Vida na rua

Vida na rua

Quintetinho e amigos , post com endereço da música Clotilde para baixar.

Caê Selector e Projeto Tábua

Performance TAMO.

Mistura Brava (algumas fotos do grupo que toca músicas próprias mas também executa Egberto Gismonti) e Anomalia Antipoluição (link para o perfil do grupo no Myspaces).

  • Pontuais

Dia 14:  Jardins Transportáveis

A artista Leila Pugnaloni coordena a ação-caminhada.


Dia 16: Exposição Fotográfica

Abertura da  exposição “Menos Gasolina, Mais Adrenalina” no Café Zau do Juvevê. Fotos do cotidiano do ciclista e da cidade.

Dia 17: Cicloturismo Urbano até o Cachimba

Você sabe quanto lixo você produz e qual é o destino que é dado a ele? Junte seu lixo e venha levá-lo pessoalmente ao aterro sanitário.


Dia 20: Ciclodia

carga, trike, mini etc...

Feira de modelos: carga, trike, mini etc...

Show para os ciclistas

Show para os ciclistas

Passeio ciclístico do Praça Santos Andrade ao Centro Politécnico. E mais atrações na chegada: sorteio de brindes, show musical e feira de novidades.


De 23 a 27 de setembro a artista plástica Leila Pugnaloni promoveu o I Curso de Desenho para Ciclistas.

Estes são apenas alguns destaques, veja a programação completa do que rolou.

E veja também os relatos sobre o Dia Mundial Sem Carro e a tradicional Bicicletada na segunda parte sobre o Mês da Bicicleta.

(veja a versão em inglês deste artigo)

Anúncios