Relatório do II Desafio Intermodal

Saiu a versão final do Relatório do II Desafio Intermodal de Curitiba!

Acho que precisamos encontrar algum critério comparativo da ocupação dinâmica e proporcional do espaço público, pois, ainda que se invente um automóvel não-poluente, esse problema permanecerá. No que toca a essa variável, a motocicleta compensa a desvantagem que apresenta em relação ao automóvel no que se refere à emissão de poluentes.

Penso também que os resultados foram injustos para o táxi. O compartilhamento de recursos, como o permitido pelos carros de aluguel, é um fator importante para o uso mais racional do automóvel e do espaço urbano. Ele permite a redução da quantidade de carros na região central, mantendo a oferta de um tipo de deslocamento rápido e confortável. Enfim, estudemos este relatório, para que as respostas venham nos próximos desafios.

Ordem de chegada dos desafiantes

Emissão de diversos poluentes pelos modais de transporte

Nota: Para efeitos de cálculo, a distância percorrida por todos os modais foi igualada em 7 km, que corresponde à distância do percurso do Desafio estipulada pelos organizadores, ainda que tenha havido pequenas variações para mais e para menos (p. 6 do Relatório).

Foi considerada lotação de 60 pessoas para ônibus.

Para demais parâmetros vide o Relatório.

Anúncios